Fortes ganhos de emprego aumentam a pressão de alta sobre os salários, sustentando os aumentos dos juros até o final de 2017 pelo Federal Reserve

Os empregadores do setor privado dos Estados Unidos criaram 263 mil vagas de trabalho em março, o maior número desde dezembro de 2014 e sugerindo mais aperto no mercado de trabalho, mostrou o Relatório Nacional de Emprego da ADP nesta quarta-feira.

Fortes ganhos de emprego nos próximos meses devem aumentar a pressão de alta sobre os salários, sustentando a visão do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, de pelo menos mais dois aumentos dos juros até o final de 2017.

 

“O mercado de trabalho está apertado e ficará mais apertado”, disse o economista-chefe Mark Zandi, da Moody’s Analytics, que desenvolve o relatório em conjunto com a ADP.

O número superou a mediana das expectativas dos economistas consultados pela Reuters de abertura de 187 mil postos de trabalho. Os dados do mês anterior foram revisados ​​para baixo para 245 mil vagas, ante 298 mil reportado originalmente.

Os dados da ADP antecedem o relatório mais abrangente sobre o mercado de trabalho do Departamento do Trabalho dos EUA na sexta-feira, que inclui tanto o setor público como o privado.

Economistas consultados pela Reuters projetam que o relatório do Departamento de Trabalho mostre criação de 175 mil vagas em março no setor privado, abaixo das 227 mil no mês anterior.

Para a criação total de vagas fora do setor agrícola, a estimativa é de uma abertura de 180 mil postos. A projeção para taxa de desemprego é de que permaneça em 4,7 por cento.

 

Reuters - Atualizado em 5 abr 2017, 12h00

Quanto custa um ERP?

Final da TV Analogica

Os pilares da Inovação de Marca