“As teles falam em alta da velocidade de conexão atual dos smartphones, mas será que é verdade?”

 

DCI - SAMIR VANI

Nos últimos meses, vemos operadoras de telefonia promovendo suas redes 4.5G (ou outros nomes similares), como opção para ter maior velocidade no acesso à Internet. O movimento lembra um passado não tão distante, na época da transição do padrão 3G para 4G, quando as operadoras lançaram serviços e tecnologias intermediários, chamados em sua época de 3.5G.

Mas o 4.5G cumpre a promessa das operadoras? De acordo com os órgãos internacionais, as nomenclaturas das evoluções da quarta geração de dados móveis são chamadas LTE Advanced e LTE Advanced Pro. Logo, o que faz parte desses aprimoramentos está dentro do conjunto de tecnologias 4G, e somente assim deveria ser chamado. Então é somente marketing? Também não... A tecnologia 4G evoluiu nos últimos anos, e esses avanços garantiram que as atuais velocidades de conexão cheguem a duplicar ou até triplicar as que experimentávamos no início.

Uma das novas funcionalidades mais interessantes do 4.5G é a chamada carrier aggregation, que permite aos aparelhos se comunicarem com a rede em diferentes frequências simultaneamente, fazendo assim com que o usuário, ao baixar alguma informação, melhore bastante a velocidade. E o melhor: essa tecnologia está chegando aos smartphones de preços menores.

E isso funciona no meu smartphone atual? Caso você não possua aparelho high-end, possivelmente seu celular não possui essa funcionalidade integrada. Na hora da próxima compra, vale checar se o aparelho desejado é compatível com a carrier aggregation.

Na MediaTek temos como um de nossos objetivos agregar cada vez mais recursos que permitam aos celulares serem cada vez mais inovadores, mas sem abrir de mão de preços acessíveis. Só assim é possível democratizar o uso da tecnologia. Dentro desse espírito, já temos em nosso portfólio uma nova geração de chips prontos para o LTE, e que em breve chegará aos smartphones.

O 4.5G é uma boa notícia para nós, consumidores, que teremos a possibilidade de utilizar os nossos celulares de maneira mais eficiente, enquanto esperamos pelo tão falado padrão 5G, que trará um pacote ainda melhor de tecnologias. Mas isso é conversa para uma próxima oportunidade...

 

Quanto custa um ERP?

Final da TV Analogica

Os pilares da Inovação de Marca