ANO 06 – INFORMATIVO Nº 93 – GLOBALBLUE

*ROBERTA NEVONI | CONTEÚDO PRÓPRIO | SÃO PAULO | 01 de Fevereiro de 2019

 

“Eficiência, mais uma das habilidades solicitadas no mercado de trabalho e mais que isso, necessárias para todas as áreas da vida. Com a falta de tempo e excesso de atividades, torna-se algo que não podemos abrir mão para dar conta de todas as tantas tarefas pelas quais nos responsabilizamos, mesmo que apenas mentalmente.”

 

Diante de tantas atividades, é importante lembrar que ser eficiente não é correr para terminar. Não é fazer a qualquer custo (seja que custo for: pessoas, dinheiro, tempo). Não é iludir aos outros e a nós mesmos sobre como atingimos nossos resultados.

 

Ser eficiente é ser produtivo, competente em conseguir o melhor rendimento de algo, com o mínimo de recursos (e/ou de erros) possível.

 

Como o dinheiro, os materiais e os equipamentos, o tempo é um recurso. Valioso e insubstituível (uma vez perdido, não volta), e é por isso que eficiência é muitas vezes confundida com correria.

 

Para se eficiente, é preciso ir mais fundo e entender realmente quais resultados buscamos. Estes são prioridade. Para esses podemos dedicar o precioso recurso do tempo de planejamento e execução.

 

Muito cuidado ao acelerar para fazer alguma coisa que não traz resultado. O tempo perdido não volta. Mas o tempo investido na direção correta com a intensidade ideal, multiplica resultados. Aí sim estaremos sendo eficientes.

Quanto custa um ERP?

Final da TV Analogica

Os pilares da Inovação de Marca